Seminário na ALESP esclarece a pacientes e profissionais da Saúde sobre doenças neuromusculares

O idealizador do evento realizado no Auditório Franco Montoro, deputado André do Prado, é autor do projeto que inclui a campanha ‘Setembro Branco’ no calendário oficial do Estado.

Mais de 150 pessoas, entre pacientes, familiares e profissionais da Saúde, participaram no sábado (17/9), no auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa de São Paulo, do seminário que esclareceu sobre as doenças neuromusculares, entre elas a Duchene. O evento foi idealizado pelo líder do PR na Casa Legislativa do Estado, deputado André do Prado, que esclareceu os presentes sobre o tema, ao lado da senhora Bárbara Cristina Cavallaro e de especialistas no assunto.

Mãe de um portador de Duchene, Bárbara Cristina Carvallaro tem lutado para a instituição de Políticas Públicas para a população que busca atendimento de qualidade para as pessoas que desenvolveram doenças neuromusculares. “Agradeço ao deputado André do Prado por ter abraçado a nossa causa com tamanho carinho. Desde que apresentei as nossas necessidades, ele se propôs a brigar por benfeitorias para quem tanto precisa deste olhar especial das autoridades governamentais”, esclareceu Bárbara.

Setembro Branco

André do Prado é o autor do Projeto de Lei 509/2016, que inclui no Calendário Oficial do Estado de São Paulo a campanha “Setembro Branco”, com o objetivo de instituir campanhas periódicas de esclarecimento sobre doenças neuromusculares e de humanização do tratamento médico-hospitalar e da assistência social, prestados às pessoas acometidas por tais enfermidades.

“Tenho certeza de que este evento foi de muito aprendizado para todos os participantes deste importante seminário e que, depois que meu projeto for aprovado, pela Assembleia Legislativa, e sancionado, pelo governador Geraldo Alckmin, poderemos criar um novo paradigma no que se refere ao tratamento e conscientização à respeito das doenças neuromusculares. Obrigado pela presença de todos os que prestigiaram este evento!”, finalizou o parlamentar.

Trâmite do projeto

Atualmente, o projeto de lei está sendo analisado pelos membros da Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Antes de ser ir a Plenário, a propositura precisa ser analisada pelas Comissões Permanentes de: Saúde, da qual o deputado André do Prado é membro, e de Finanças, Orçamento e Planejamento.