André do Prado e Rodrigo Ashiuchi pleiteiam UNIVESP para Suzano

O deputado e o prefeito da legenda 22 fizeram o pedido ao diretor administrativo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo, Ricardo Bocalon, na quarta (13/9). Com a instalação do polo da Univesp, a cidade terá cerca de 300 vagas para cursos de graduação à distância.

Em audiência nesta quarta-feira (13) com o diretor administrativo da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Ricardo Bocalon, o deputado estadual André do Prado, acompanhado do prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, solicitou a criação de um polo da instituição na cidade do Alto Tietê. A intenção é que cerca de 300 vagas para cursos de graduação a distância possam ser abertas.

A Univesp é considerada a quarta universidade pública estadual (as outras são USP, Unicamp e Unesp) e é direcionada para o ensino a distância. Por meio dela, os alunos têm aulas em plataformas digitais e recebem acompanhamentos com professores e matrizes curriculares empregados nas demais universidades públicas do Estado. O deputado André do Prado, que tem reivindicado unidades para algumas cidades paulistas, destacou a necessidade de criação de um polo em Suzano. “A Univesp é um investimento no jovem porque dá a ele uma graduação e o capacita para as exigências do mercado de trabalho. É fato que o Alto Tietê sairá ganhando com uma instituição pública de ensino. O Estado sabe que isso fortificará a região”, comentou.

Os cursos disponibilizados nos polos da Univesp são: Engenharia da computação, engenharia de produção, licenciatura em biologia, licenciatura em física, licenciatura em matemática, licenciatura em química e pedagogia. Como contrapartida para o convênio com o Governo do Estado, a cidade que pleiteia um polo da instituição precisa oferecer um espaço com infraestrutura propícia para aulas, 50 computadores e um professor da rede municipal que será treinado para ser o coordenador do local. A instituição de educação superior está sob a gestão da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, comandada pelo vice-governador Márcio França.

Bocalon confirmou que o período de chamamento das cidades deve ocorrer em outubro. “O período de chamamento dos municípios deve acontecer no próximo mês. As cidades terão uma semana de prazo para fazer a inscrição. Até a metade de outubro, a gente pretende divulgar a relação das cidades contempladas para que o vestibular seja realizado até dezembro”, disse o diretor.

“Ter um equipamento com esta qualidade, sem dúvidas, vai contribuir para a educação suzanense e ajudará a tornar o município um núcleo de inovação. O deputado André tem sido um grande apoiador desta causa nossa”, destacou Ashiuchi.

Os interessados em estudar na instituição, precisam passar por vestibulares, a exemplo do que ocorre em demais universidades estaduais. São dois por anos. Os candidatos aprovados e matriculados precisam comparecer a cada 15 dias, durante o primeiro ano, ao polo que escolheu como local de estudo para realizar avaliações e atividades supervisionadas por tutores. No segundo, a ida deve ser mensal. A partir do terceiro, as atividades serão apenas online – sem necessidade de ir à unidade, exceto em casos de provas.

 

Fonte:

Assessoria de Imprensa e Comunicação – gabinete deputado André do Prado.

Contato: (11) 3886.6562