CAPITÃO AUGUSTO ALERTA PARA RISCO BOLSONARO EM ENTREVISTA

Deputado federal Capitão Augusto (PR-SP) Brasília – O presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública na Câmara Federal, deputado Capitão Augusto (PR-SP), em entrevista ao jornal Valor Econômico, na edição desta segunda-feira, 6, alertou para os riscos de o governo seguir sem uma estratégia de construção de uma base parlamentar.

O republicano, ressalta que a relação com os parlamentares está tão ruim que, se a economia desandar, há risco real de um impeachment do Presidente da República Jair Bolsonaro. “É triste uma luta tão grande para a direita assumir o poder e ver esfacelando a nossa imagem”, declarou o republicano.

De acordo com a publicação, o parlamentar paulista disse que Bolsonaro tinha a relação com o Congresso como “calcanhar de Aquiles”, mas ignorou o problema e assiste a repetição do filme que levou ao afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), é “muito elogiado na Câmara”, segundo o capitão. Na entrevista ele revela que Mourão tem conversado longamente com os parlamentares e, inclusive, se interessou bastante por um perfil dos 513 deputados elaborado pelo republicano. O perfil, já testado com sucesso, se apresenta na forma de um jogo de cartas – um “super trunfo” – para influenciar nas votações.

O jornal repercutiu que o presidente da “bancada da bala” é policial militar da reserva e está no segundo mandato como deputado federal. Com pouco mais de 100 dias de governo, ele defende mudar toda a articulação política, reclama do “chá de cadeira” dado até pelo quarto escalão e vê um rompimento irreversível com os partidos. Conta que tentou por 50 dias alertar o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Sem sucesso, renunciou à vice-liderança do governo na Câmara.

Veja link com a íntegra da entrevista:

https://www.valor.com.br/politica/6239915/lider-de-bancada-da-bala-afirma-que-bolsonaro-corre-risco